Siga a gente
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
Buscar
  • We Posicionamento Digital

Vamos preparar o “papazinho” dos nossos pequenos?? Dicas práticas para o dia a dia – Introdução dos


Mamães, através do blog e grupos maternos tenho contato com milhares de mamães e ao longo desse período tenho notado a necessidade de algumas dicas práticas para o dia a dia no preparo dos alimentos dos seus pequenos, seja por inexperiência (que todas nós passamos) ou seja por falta de tempo de ficar na cozinha elaborando deliciosos inventos, o tempo é muito precioso para perdermos horas na cozinha, especialmente para as mamães que precisam ficar o dia todo fora de casa, né…..

Então, vou colocar em prática um sonho que a muito tempo tenho, todas as semanas irei postar dicas de praticidade no preparo, armazenamento e oferecimento dos “papas” para nossos anjinhos, todas as dicas aqui são baseadas (e não só testadas como muito utilizadas em meu dia a dia) em minha experiência de mãe de uma dupla de gêmeos que optou em ficar exclusivamente cuidando de cada detalhe do crescimento deles, e hoje que já estão com 4 aninhos posso observar o quão válidas foram as técnicas que utilizei no que se refere à alimentação deles, então irei separar por fases e vou começar com a introdução de papinhas aos 6 meses e semanalmente trarei novas dicas e receitas.

Tudo isso foi possível em função de uma ótima interação que tive com a pediatra dos meus filhos (Dra. Cristine Carvalho) que mês à mês foi me passando as dicas e os “porques” de cada uma delas, o resultado foi ótimo…..

INTRODUÇÃO DAS PAPINHAS – DE 6 MESES À 9 MESES

Na introdução das primeiras papinhas para minha “dupla” minha pediatra nos orientou à utilizar sempre uma composição de 3 legumes, 2 folhas e 1 tipo de carne. Então por muito tempo (aproximadamente 6 meses), usei isso como base para todas as refeições, sempre priorizando um sabor.

E para facilitar e possibilitar o contato dos meus pequenos com uma variação de ingredientes e sabores eu deixava tudo preparado e organizado no freezer para no momento de fazer a papinha, simplesmente abrir meus pacotes de legumes, caldos de carne e verduras e utilizar a porção necessária para aquele preparo, pois uma dica que considero importante é preparar o suficiente para no máximo duas ou três refeições e não aquela panela gigante de comida e a criança passar uma semana comendo a mesma coisa, no meu entendimento isso pode desestimular o prazer por se alimentar.

Então vamos lá, eu até hoje costumo fazer feira á cada 15 dias aproximadamente e todas as vezes que chego da feira, faço o preparo desses alimentos, assim eu garanto maior durabilidade e frescor à eles e evito ao máximo o desperdiço de comida (fico horrorizada quando vejo comida indo pro lixo), então lavo tudo, descasco e pico em pedacinhos os legumes que podem ser congelados (ver foto abaixo) e as verduras, higienizo todas, passo pela centrífuga de legumes (pode ser comprada em qualquer loja de utensílios para casa, com ótimo preço) para que fiquem bem secas e as guardo em saquinhos tipo “zip loc”na geladeira.

Esses são os legumes (abóbora, inhame e mandioquinha salsa) prontos para serem congelados

Essa é a couve sequinha e embalada pronta para ser conservada por pelo menos 15 dias na geladeira (o mesmo faço com espinafre, alface, rúcula etc)

A mesma coisa eu fazia com os caldos de carne, frango e peixe, para que os sabores fossem se variando ao longo da semana e meus filhotes fossem tendo contato com os mais diversos sabores.

Nesse primeiro post, vou deixar a receitinha para preparar e armazenar o caldo de carne.

CALDO DE MÚSCULO

Ingredientes:

1 Kg de músculo em pedaços (solicitar ao açougueiro que esteja o mais “limpo” possível)

1 litro de água

Modo de Preparo:

Colocar a carne juntamente com a água na panela de pressão e deixar cozinhar por aproximadamente 50 minutos. Após o cozimento espere esfriar e com as mãos, pois estará muito macia e desfiando, separe a parte “limpa” da carne, retirando o excesso de gordura e nervos e coloque no liquidificador com 1 xícara da água que sobrou do cozimento. Bata até que fique um caldo e coloque para congelar porções pequenas (aproximadamente ¼ de xícara) separadas em potinhos para cada refeição. Esses potinhos poderão ser congelados e utilizados um a um conforme necessidade.

Aproveito para deixar a receitinha da papinha preferida da minha dupla quando eram pequeninos.

PAPINHA DE LEGUMES

Ingredientes:

2 colheres de sopa de cebola picada

1 dente de alho (pequeno)

1 cenoura (pequena)

1 inhâme

2 mandioquinhas salsas (pequenas)

3 folhas (grandes) de espinafre

1 porção do caldo de músculo (receita acima)

1 pitada de sal

Azeite para refogar

Água filtrada

Modo de Preparo:

Em uma panela de pressão, refogue a cebola e o alho no azeite até que murchem, coloque o caldo de músculo e acrescente os legumes e as folhas picadas em tamanho pequeno e de forma uniforme e refogue rapidamente, em seguida coloque água filtrada até que cubra todos os legumes e acrescente a pitada de sal, deixe cozinhar em pressão, de 10 a 15 minutos ou até que os legumes estejam bem macios a ponto de derreterem e não haja mais caldo ralo e sim um caldo mais cremoso. Retire do fogo, deixe esfriar e com um garfo, amasse os pedacinhos maiores.

DICA: Considero importante não bater no liquidificador ou processador as papinhas, pois o bebe vai tendo contato com as diferentes texturas dos alimentos.

CLAUDIA PRIETO NEISA


1 visualização