Siga a gente
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
Buscar
  • Claudia Prieto Neisa

A Gravidez Vista pelo Pai


"Nasce uma mãe... Nasce um pai...." huuummm.... nem sempre né?! Para as mães a gravidez é muito intuitiva e tudo vai acontecendo naturalmente, além de termos uma certa intimidade com bebês desde sempre, quando muito pequenas já brincávamos de boneca, crescemos aprendendo a lidar com a "montanha russa" de hormônios que nosso corpo enfrenta a cada novo ciclo. Quando nosso relógio biológico nos avisa que talvez seja hora de termos um bebê, nos municiamos de todo tipo de informação para nos prepararmos pra isso, ainda quando a gravidez chega no susto, no geral, nascemos pra ser mãe e a própria natureza se encarrega de mostrar os passos que vamos seguir. E com o PAI??? Como tudo isso se processa na cabeça dele, assim de repente??? Como ele reage e encara a chegada de um filho??? Por aqui não foi muito diferente do que deve acontecer em muitas famílias, Diego e eu queríamos mais que tudo ter nossos bebês (ops, quando tudo começou nem imaginávamos que seria assim "bebês" no plural), fazíamos milhões de planos para a chegada deles e tudo girava em torno da possível gravidez e quando finalmente aconteceu, Diego ficou extremamente feliz, mas um pouco desnorteado também, no sentido de que aquilo tudo representava um recomeço de vida e muitas dúvidas de como seria, preocupações com minha saúde durante a gestação, com grana, afinal de repente de uma "mini família" de dois passaríamos para uma "grande família" com 4 pessoas. Quando eu engravidei ainda não existiam (ou não eram comuns e conhecidos) os famosos app de acompanhamento da gravidez, mas eu acompanhava tudo por um site materno todas as semanas eu enviava pra ele no e-mail tudo que estava se passando no meu corpo e com os bebês que em mim habitavam, achei que era uma forma de sanar muitos dos mistérios que deviam rondar a cabeça dele como novo pai, foi muito bacana, e hoje temos tudo isso impresso com os comentários pessoais nossos guardado como recordação. Graças a Deus, estamos vivendo em um tempo onde há uma consciência paterna muito ativa, os pais estão cada vez mais deixando de serem "meros ajudantes" das mães, claro que temos muuuuuuito a evoluir ainda nessa questão, infelizmente ainda existe uma grande parcelas de mães casadas sem apoio ou até respeito algum por parte de seus maridos,sem contar os que não aguentam e abandona mulher e filho, mas a mudança é real e muito positiva. Nessa semana do Dia dos Pais trago uma reflexão, será que nós mães (me incluo) temos tido cuidado e sensibilidade para tratar esse turbilhão de emoções que rondam a vida do novo pai, afinal eles não foram "treinados" pra isso quando crianças, possivelmente enquanto nós dávamos comidinhas para nossas bonecas eles estavam "dirigindo" carros/caminhões ou brincando de polícia e ladrão com os amigos 🤔 Pode ser que ele esteja bastante angustiado e tenso com o novo mundo que cairá em seu colo e que nada que uma boa dose de longos bate papos, carinho e amor sejam suficientes para se sentirem mais seguros em serem PAIS de verdade. E por ai???? Como foi a reação dos papais durante a gestação de vocês???? Me contem e MARQUE o papai 😉


16 visualizações