Buscar
  • Bruna Cavallaro

Colesterol Alto em Crianças e Adolescentes


Silencioso o colesterol alto é uma alteração cada vez mais presente na prática clínica.

Contradizendo a crença de que colesterol é apenas uma preocupação para crianças acima do peso, a hipercolesterolemia é multifatorial e sofre grande influência do consumo alimentar.

Apesar de necessários para o crescimento e desvalimento infantil a gordura e o consumo alimentar de alimentos ricos em colesterol devem ser controlados. Os ultraprocessados como bisnaguinhas, bolinhos de pacote, salgadinhos, sorvetes, carnes com alto teor de gordura, ovos em excesso, leite e derivados gordurosos devem ser evitados ou controlados dependendo do tipo de alimento.

Já para aquelas crianças e adolescentes com diagnóstico médico o consumo de gordura saturada deve ser de até no máximo 7% do valor total de energia consumidos no dia. Além disso, atividade física e ômega 3 também podem beneficiar a redução.

Termino alertando que o colesterol alto na infância e na adolescência não é bobeira e deve ser investigado e tratado, pois essa alteração que se inicia na infância pode progredir e causar doenças cardiovasculares e levando ao óbito em momentos futuros da vida.

Em algumas crianças podem ser solicitados exames a partir dos 2 anos de idade, dependendo do histórico familiar e fatores de risco. Converse com seu médico de confiança e cuide sempre da alimentação do seu filho/a com acompanhamentos anuais na sua nutricionista.

Bruna Cavallaro

Contato: https://www.facebook.com/maternoinfantilsjc/

#alimençãosaudável #alimentaçãoinfantil #colesterol #obesidadeinfantil #maternidade #Nutricionista #nutrição #dicasdanutricionista

0 visualização
Siga a gente
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle