Siga a gente
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
Buscar
  • Carina de Cássia

Entendendo a Disciplina Positiva


Fiquei pensando em como começar minha primeira matéria para o blog sobre Disciplina Positiva e nada melhor que contar como conheci esta filosofia.

Meu sonho sempre foi ser mãe e me "preparei" a vida toda para esse momento, ou melhor, pensei que estava preparada. Quando achei que estava preparada planejei engravidar e assim veio o teste positivo. Comecei a ler, entrei em aplicativos e acompanhei a evolução e desenvolvimento do meu bebê ainda no ventre, e não foi só isso, claro precisava do curso de gestante para saber como cuidar do bebê recém nascido.

Os primeiro cinco meses tudo deu certo, tudo que aprendi foi utilizado até engravidar novamente. Laura com 5 meses e Samuel a caminho pensei que era só repetir as mesmas coisas práticas. E assim foi até Laura completar seus dois anos e Samuel um. Passei pelas fases de estudar o feto na gestação, pela fase dos cuidados biológicos e naturais com o bebê. Até que me deparar com duas crianças em "crise" digo em crise, pois ainda não tinha conhecimento nenhum de como lidar com essa fase da infância. Começaram as brigas entre eles, os choros, os gritos, a desobediência e aí ao invés de estudar novamente apenas repeti padrões. Comecei a gritar, ameaçar, por de castigo e pensar em bater.

Mas não estava me sentindo bem agindo daquela forma, repetindo estilos parentais antigos e me sentindo aquela mãe que eu não queria ser, mas acreditava que aquela era a única forma de educar.

Nessa época até via livros específicos para cada fase ou cada dificuldade nos relacionamentos com os filhos, mas achava bobeira comprar um livro que iria me ensinar a lidar com essa fase, afinal era tão fácil repetir o que já sabia. Mas toda vez que eu passava dos limites, sim hoje sei que não são eles que passam dos limites e sim eu, me sentia culpada e pensava como podia tratar duas crianças pequenas assim, e ao mesmo tempo pensava porque eles agiam daquela forma. Naquele mesmo momento minha tia conheceu a disciplina positiva e começou a dar palestras e eu me interessei pelo assunto e comecei a pesquisar.

Então descobri que precisamos estudar para seremos pais, estudar todas as fases do desenvolvimento e não só na gestação e nos primeiro 2 anos de vida, mas sim a infância, juventude e até a fase de adulta e principalmente sobre os relacionamentos interpessoais.

Após pesquisar e colocar em praticas algumas ferramentas com as crianças percebi uma grande mudança na nossa relação e na visão que tinha das atitudes dos meus filhos . Hoje não precisamos repetir padrões, tudo evolui e o estudo da neurociência nos mostra que podemos educar baseados em estudos científicos. Pensar nas consequências a longo prazo e ter em mente que filhos queremos encontrar lá no futuro faz essa mudança valer a pena. A primeira mudança de tem ocorrer dentro de nós e assim poderemos transmitir para o próximo .

Resolvi me certificar como Educadora Parental em Disciplina Positiva e espalhar todo aquele conhecimento para pais que buscam mudar a forma de educar e transformar a relações com seus filhos.

A Disciplina Positiva ensina habilidades sociais e habilidades de vida para crianças, adolescentes e adultos baseando se no conceito de que disciplina pode ser ensinada com firmeza e gentileza ao mesmo tempo, sem punição, castigo ou recompensa. Esta filosofia apresenta o caminho do meio entre o autoritarismo e a permissividade, tendo mais de 50 ferramentas para nos ajudar a desenvolver as habilidades que tanto queremos para construir relacionamentos mais saudáveis.

Quer conhecer mais a Disciplina Positiva e suas ferramentas?? Nos acompanhe aqui no blog Cakebaby, porque mensalmente iremos falar de cada uma dessas ferramentas.

CARINA DE CÁSSIA

ESPAÇO LAÇOS POSITIVOS

Educadora Parental em Disciplina Positiva pela Positive Discipline Association dos Estados Unidos.

Membro da Positive Discipline Association e da Associação Brasileira de Disciplina Positiva.

#DisciplinaPositiva #EducarFilhos #educação #filhos #maternidade #mãedegêmeos #educar #educaçãoinfantil

110 visualizações