Febre - Quando ir ao Pronto Socorro?


Meu filho está com febre, e agora?


Com a chegada do outono, é comum os hospitais estarem lotados diante de tantas crianças com febre, resfriados, pneumonia...


Para evitar angústia e uma ida desnecessária ao pronto atendimento, anotem aí dicas valiosas:


1) Se seu filho é recém nascido, assim como menor de 3 meses de vida e apresentou febre, entre em contato imediato com o pediatra ou leve ao pronto atendimento. Nesses casos não devemos adiar um atendimento.


2) Se seu filho é saudável e não têm doenças crônicas ou usa medicamentos contínuos, podemos e devemos a princípio controlar a febre em casa e observar os sinais que possam surgir.


Entendam, se a criança não apresenta nenhum SINAL DE ALERTA, não há motivos pra desespero e muito menos idas ao pronto atendimento em menos de 48 horas de febre. Os sinais de alerta como o próprio nome diz, nos alertam para uma “possível gravidade” e nesses casos sim, devemos procurar atendimento médico imediato:


- Prostração/ sonolência excessiva: quando seu filho fica desanimado, não quer brincar, andar, conversar, mesmo estando afebril. (Em vigência de febre é aceitável a prostração)

- Manchas no corpo

- Vômitos repetitivos

- Diarreia com sangue (atenção: fezes amareladas ou esverdeadas não conferem gravidade)

- Dor abdominal intensa

- Falta de ar


Convido vocês a assistirem um vídeo informativo que está em destaque no meu instagram @dracamilaterra onde também abordo esse assunto e assim espero ter contribuído pra vocês.


Até breve, abraços


Dra CAMILA TERRA@dracamilaterra

Atua em São José dos Campos em consultório e UTI pediátrica.

Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Pediatria.CRM-SP 154442

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga a gente
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle